Imagens em Movimento

Loading...

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

O Vila Conte está sobrando em Schmitt



A zona mudou de endereço

Por Diego Polachini

Eu só queria chegar em casa antes das 18h de ontem, domingo. Às 19h começaria o culto na igreja onde congrego, e ela não fica em Engenheiro Schmitt. Era 17h30 e o trevo na entrada do distrito, onde hoje funciona o Buffet Vila Conte, estava intransitável. Flanelinhas, cambistas, carros parados no meio da pista, muita gente de um lado para o outro a pé e nada do trânsito fluir. Havia uma festa no local. Pra mim, nada a comemorar.

Um dos cambistas enfiou a mão dentro do meu carro me oferecendo ingressos por “setentinha”. Ele nem quis saber se eu estava indo para a droga do evento. Parou na frente, impediu que eu prosseguisse, enfiou a mão praticamente no meu rosto para tentar me vender uma porcaria de ingresso de show de viola.

Ali se via de tudo. Carros na contramão, pessoas bêbadas completamente negligentes no trânsito, brigões, vagabundas e todo tipo de escória da humanidade. Triste. Mas eu consegui passar. Fui pra casa, tomei meu banho e parti para a igreja.

Na minha volta, perto das 23h30, aí sim tinha gente bêbada ao volante, alguns nitidamente drogados dando ‘ cavalos-de-pau’ e dirigindo em alta velocidade. Parei como de costume no posto que fica próximo ao trevo. No local sempre encontro conhecidos e amigos. Estavam todos apavorados porque um cidadão ‘chapado’ entrou em alta velocidade no pátio e quase acertou a bomba de combustíveis.

Já haviam chamado a polícia. A propósito, a polícia demorou 40 minutos para chegar. Parabéns! Quando não é preciso eles aparecem em três ou quatro viaturas. Enfim. Deu tempo de o indivíduo fugir. Cantando pneu, pra variar.

Enquanto permaneci ali vi cenas absurdas. Um rapaz, de 18 anos, inclusive xará meu, de tão bêbado que estava acabou atropelado por um carro que tentava entrar na rodovia Washington Luiz. Eu e meus amigos vimos a batida e corremos para lá. O garoto teve ferimentos na boca e nariz e sangrava razoavelmente.

A ambulância do evento fez o socorro. A vítima, de tão alcoolizada, não conseguia abrir os olhos e concluir as idéias. Lamentável. Ajudei organizar o trânsito. As pessoas que passavam dentro dos carros estavam nitidamente embriagadas e queriam ver o acidente. Imaginem o que virou por lá.

Além de tudo isso, a insatisfação dos moradores de Schmitt com o barulho do som alto durante as madrugadas de festas é das maiores. Trânsito estrangulado, música a noite toda, confusão e muitos problemas. Não era isso que o povo schmittense esperava quando viu ser construído o Vila Conte.

Além de o buffet ter sido instalado num lugar completamente desfavorável, somos obrigados e ver cenas que Engenheiro Schmitt jamais quis para seu povo. E aí, o que fazer? Parece que a zona mudou de endereço.

2 comentários:

  1. pode contar com migo vc sabe que schmitt tem que melhorar

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de contar com você, nobre "anônimo", se eu soubesse quem é... rsrsrs! Abraço!

    ResponderExcluir