Imagens em Movimento

Loading...

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Homenagem à vírgula, complicada e perfeitinha



A bendita vírgula...

Por ABI (Associação Brasileira de Imprensa)


Vírgula pode ser uma pausa... ou não.
Não, espere.
Não espere..

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

A vírgula pode condenar ou salvar.
Não tenha clemência!
Não, tenha clemência!

Uma vírgula muda tudo.
ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.

Um comentário:

  1. Mais um poema

    A Vírgula que estragou o livro

    Começou num ponto,
    embandeirou-se num arco
    descendente.
    Limitou-se
    no levantar da caneta
    do papel branco.

    Entre o predicado e o sujeito
    (mais propriamente entre o verbo e o nome)
    partiu a frase,
    cortou o parágrafo,
    reduziu o capítulo a nada,
    estragou o livro...


    Nome do romance:
    "Ponto Final"
    Autor : Rogério Augusto Coutinho Beça

    ResponderExcluir