quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Em 2011, mude!



Uma vida melhor em 2011

Por Diego Polachini

Ano entra, ano sai. Os desejos, as promessas, os planos e as metas são traçadas novamente e da mesma maneira. Esperamos um ano melhor, “com muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender”. Ansiamos por um momento onde a justiça social possa ser finalmente a base da sustentação e não apenas mote de campanhas e vinhetas de televisão.

Queremos que nosso vizinho contenha seus cachorros, que pode suas árvores ou que limpe sua calçada. Queremos que o prefeito seja o super homem e resolva todas as mazelas arrastadas pelas décadas. Queremos um país menos corrupto e mais preocupado com a sustentabilidade. Queremos um mundo menos poluído e repleto de paz e harmonia.

Mas o que temos feito? Temos gastado mais do que ganhamos. Nos preocupado mais com o trabalho que com nossa saúde. Deixamos de lado a caridade e pensamos apenas em nós mesmos. Criticamos nosso vizinho, mas os ajustes da nossa casa sempre ficam pra depois.

Julgamos o prefeito, porém não nos colocamos à disposição para ajudá-lo a governar. Desejamos que os deputados não sejam corruptos, mas não devolvemos o dinheiro quando a moça do caixa nos dá o troco além do que deveria. Desejamos um mundo mais limpo, mas não separamos nossos lixos como deve ser feito. Queremos paz, mas temos preferido a guerra pela guerra.

Para 2011, mude de opinião. Tenho buscado mudar a minha. Enxergue as coisas pelo lado positivo. Proponha mudanças e não espere apenas que elas simplesmente aconteçam. Seja um agente transformador e não um passivo observador.

Podemos ser ainda melhores.

Feliz 2011!

Um comentário:

  1. Que 2011 seja surpreendente!
    Feliz Ano Novo, cheio de boas notícias!

    ResponderExcluir