Imagens em Movimento

Loading...

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Valdomiro foi à China... que investiu em Hortolândia!



Pensar a cidade. Não a reeleição!

por Diego Polachini

Valdomiro anuncia incentivos a chineses”. Este foi o título da reportagem do Diário da Região do dia 23 de abril do ano passado, quando o prefeito de Rio Preto voltou da China após passar 15 dias com sua comitiva realizando tratativas empresariais e governamentais por lá. O discurso foi bonito. A intenção também. Mas não vimos nada de prático acontecer após a viagem.

Lendo Carta Capital desta semana (20 de abril), me preocupei com duas situações. A primeira é exatamente aquilo que escrevi neste blog uns tempos atrás: indústrias brasileiras (e do mundo) dos mais variados segmentos estão quebrando porque a concorrência chinesa é destruidora. A segunda é coisa da minha cabeça: Campinas e Hortolândia têm recebido investimentos milionários de empresas da China; Rio Preto, não!

Não que a população tenha visto. Não que os jornais tenham noticiado. Não que o cidadão comum, o possível trabalhador de indústrias ou empresas de tecnologia possa ter observado mesmo que de relance.

Rio Preto é uma cidade fantástica. É receptiva, hospitaleira, organizada (os buracos das ruas ameaçam esse adjetivo) e extremamente bonita. Falar de sua importância comercial e na prestação de serviços da região é redundante. E uma cidade como tal deve ser pensada estrategicamente.

Obras importantes de infraestrutura estão em andamento. Algumas delas podem resolver problemas de décadas que atormentam os rio-pretenses. Mas não é só isso. Populismo barato em vias de reeleição é coisa do passado. Prefeito tem que empreender. Administrar!

É recorrente em Rio Preto o pensamento de que seria importante ao município a presença de grandes indústrias e linhas de produção em larga escala. Ouço isso desde que me conheço por gente, desde que a cervejaria Kaiser foi instalada em Araraquara em vez das terras de São José. Guerra fiscal nunca foi o forte dos administradores rio-pretenses.

Será que o prefeito Valdomiro Lopes vai ter o que mostrar nesse sentido após os quatro anos de governo? Podemos esperar algo em incentivos fiscais a indústrias que querem (ou que não querem, mas que podem ser estimuladas) a investir em Rio Preto?

Que a viagem de Valdomiro e sua equipe à China não tenha sido mais um evento turístico com dinheiro público. Atenção, povo!

PS: pode parecer bobagem, mas alguém tem que questionar.
Salam Aleikum

Nenhum comentário:

Postar um comentário